Clube 13 - Gael - Barbara Biazioli

Antes que se faça qualquer referência ao livro, queremos falar da imensa satisfação que é fazer um post sobre uma nova escritora brasileira . Nos solidarizamos com ela e com todos os novos escritores brasileiros, pois sabemos como é difícil ser um escritor num pais que não valoriza a arte e quando o faz prioriza a arte que vem de fora e deixa á margem o produto nacional. Quando nos referimos a arte falamos de arte de forma geral. Que fique claro aqui que não estamos criticando a literatura estrangeira, muito pelo contrário, somos imensamente felizes de termos o privilégio de ter acesso total e irrestrito á qualquer obra literária, o que não em ocorre em alguns países. Também não queremos defender o nacionalismo exacerbado. Amamos os livros e literatura pra nós não tem fronteiras. Não perguntamos antes de comprar um livro : “De que país é esse escritor mesmo?” Só estamos defendendo os mesmos direitos e espaço que é dado ao autor estrangeiro, à nossa prata da casa. Imagine um escritor, que após ter concluído um livro, como se fosse um filho que acaba de nascer, ter que deixar de lado a alegria de ver sua obra finalizada e cair na dura realidade de empreender uma incerta e algumas vezes humilhante “via crucis” para ver seu trabalho publicado. Então ele vê sua obra, na qual ele empenhou tanto tempo, esforço , sacrifício pessoal, depositou tantos sonhos e esperanças ser totalmente desprezada por algumas;editoras . Ainda bem que atualmente os escritores podem contar uma ferramenta poderosa em mãos: a internet . Acho que os autores novos têm mesmo que usar e abusar dela como forma de comunicação com o leitor. Creio que os blogs sejam um importante veículo para essa ligação, bem como outras mídias sociais. Portanto, aqui estamos nós disponibilizando nosso espaço, mesmo que simples, mas livre de rótulos e preconceitos para que possam expor seu trabalho. Para nós será uma honra e motivo de orgulho. (Equipe Cantinho das Leitoras Compulsivas)


Gael – livro 1
Victoria Campbell é uma garota ingênua, bailarina que ao sair da Escócia e mudar –se para América, vê sua vida totalmente transformada, ao conhecer Evan Maccouant, um homem milionário, sedutor e repleto de mistérios. Victoria se encanta por Evan, mas o que ela não sabe é que esse bonito sedutor faz parte de uma sociedade secreta denominada o “CLUBE 13”. Um jogo onde só milionários participam, onde as “peças” são usadas por todos e o maior apenas um prêmio irá conquistar... Em sua jornada Victoria irá descobrir que amadurecer nem sempre é fácil, e que o amor pode estar rodeado de conspirações, traições e luxuria. Prepare-se para rir, chorar e se emocionar nessa saga cheia de mistérios, romance e muito humor. BEM VINDO AO CLUBE 13.



Capas provisórias dos próximos livros da Série "Clube 13"


Bem gente essa é minha primeira resenha então tenham paciência comigo, ok? Ao ler Club 13- Gael logo no inicio ele me agradou, pois me remeteu a minha adolescência, período da vida quando somos cercados de amigos, que tentam nos influenciar , que criticam nossas atitudes, nos incentivam a sermos como eles e nesse ponto eu gostei muito da Vick. Ela se mostrou uma menina com decisões próprias e com personalidade , mesmo com seus problemas de autoestima ela sabe o que quer: dançar balé e estudar arquitetura. Apesar das amigas tentarem fazê-la mudar ela sempre seguiu de acordo com seus sentimentos. Quanto ao fato dela nunca ter beijado realmente parece um pouco absurdo, pra não dizer “muito absurdo” para os dias de hoje. Mas vocês não conhecem ninguém que nunca tenha beijado com essa idade? Pois eu conheci e é claro que não vou dizer o nome da pobre em público né? Hehe. Bem o fato é que eu era a Ellis da história pois a criticava dizendo que ela seria freira e ela dizia que só beijaria com sentimento. Não importava se para mim isso fosse ridículo, era a opinião dela e como amiga eu tinha que respeitar. Hoje eu acho que fui uma amiga ruim. 
Bem voltando história... Ouvi algumas criticas com relação ao tema ser muito batido, garota virgem, cara rico, possessivo, apaixonado, etc.. O tema ser muito clichê, eu concordo. E? Quase todas as histórias nesse gênero são assim e nós amamos algumas delas e não gostamos de outras. O que importa realmente não é o tema e sim a forma como é escrito e esse é o diferencial.
As comparações com 50 tons são inevitáveis e estão bem claras no livro pra mim. Vick é uma garota inocente, mas não uma personagem boba, ela tem muita personalidade. Ela é inteligente, talentosa, alegre e tem um coração muito bom ( principalmente pelo modo como ela tratava Alice). Também se mostrou no decorrer da história muito à vontade com sua sexualidade e soube desfrutar muito bem dela desde o momento que a descobriu. 
Quanto ao Evan pra mim não lembra Christian Grey e a partir do momento que descobri as coisas que ele fez, por um tempo o achei um cara de caráter muito duvidoso , pois não foi movido por nenhum trauma do passado e tudo que fazia era pelo simples fato de gostar daquilo, de sentir prazer com em fazê-lo. Não respeitando os sentimentos das mulheres (encomendas) exatamente como seus outros amigos do clube. Estou falando sobre a impressão que tive no primeiro livro, pois a autora não entrou em muitos detalhes sobre as verdadeiras atividades dos membros do Clube. Espero que ela o faça nos outros livros pois o tema é muito interessante. 
Vamos conhecer mais um pouco dos personagens. Isso é um pouco difícil de fazer sem spoiler, mas vamos tentar. Vick ela me deu a impressão de ser algumas vezes meninas, outras vezes mulher. Menina pelo fato de fazer birras apesar de já ter 19 anos e agir em algumas passagens como uma menina mimada . Mulher pelo fato de apesar de ser julgada e criticada, manteve suas decisões até o momento em que ela mesma decidiu mudar isso. Gostei muito dessa transição da personagem de menina para mulher no decorrer do livro, mas sem perder sua essência. De insegura com sua inexperiência e com a aparência ela se tornou decidida e mesmo com suas observações com relação a aparência de Evan ela não se intimidou e soube levar o relacionamento sem se sentir se inferiorizar como vemos em algumas personagens de outros livros. Ela se tornou tão forte ao ponto de apoiar e ser a tábua de salvação de Evan nos seus momentos de fragilidade emocional e de se rebelar contra ele nos momentos em que se sentiu usada. 
Vamos a Evan: um cara lindo, rico, bem sucedido, mimado pela mãe ( mas nada parecido com Drew de Tangled, não confundam essa parte do mimado kkkk) que sempre teve tudo que quis e que sempre usou o sexo como divertimento, sem envolvimento , e fazendo das mulheres apenas um brinquedo para servir aos seus caprichos . No caso do club 13 ele é um membro, mas pelo que entendi, ele exerce certo um poder sobre os outros, é uma espécie de gerente. Não entendi bem como a coisa funciona no clube, pois a autora não esclareceu sobre isso nesse livro. Não sei se as “encomendas” sabem exatamente o que está acontecendo. se elas tem poder de decisão ou não. Ansiosa pra saber... Bem esse cara frio colide de frente com um “anjo” que muda sua vida de forma radical. A meu ver Vick transforma Evan, na verdade não é que ela transforma, mas faz com que ele deixe fluir sentimentos que na verdade já existiam dentro dele. Ela apenas o despertou e o fez mostrar sua melhor parte. Ele então percebe que tudo que fazia antes era errado. E o fez usar suas armas de sedução, na verdade diria um arsenal (Wow!) para seduzir uma única mulher e por um motivo totalmente diferente de antes: por amor. Mesmo com tudo isso que falei, Evan para mim ainda é um grande mistério que espero que seja revelado nos próximos livros. 
Quanto ao personagem Sebastian esse me chamou muitoooo a atenção e estou louca para saber mais detalhes sobre ele....kkk . Mas teremos ainda que esperar, pois Bárbara ainda vai escrever sobre ele, que é um personagem muito rico e acreditem, ele é mal.
Vou contar algo pra vocês , a Bárbara me disse que são 6 livros e já estão todos finalizados. No livro 2 temos a sequência da história de Evan e Vick que se encerra nesse livro e que realmente nos surpreenderemos com o desfecho da história ( espero que seja uma boa supresa, pelo amor de Deus!). Bem independente do que seja ela disse que está finalizado e não vai mudar nada. Já o livro 3 livro contará tudo sobre o “Clube 13 : como surgiu, como funciona e mais sobre seus membros. Disse também que algumas pontas podem ficar soltas no decorrer dos livros mas que no final dos 6 tudo se encaixa.
 E tenho que finalizar dizendo: _ Bárbara pelo amor de Deus, mulher que final é esse ? Você quer nos matar? Está seguindo os passos de Sara Fawkes e fazendo complô para nos matar de ansiedade? OMG!!!
Amigas, essa é minha humilde opinião e apesar de ter algumas ressalvas eu recomendo que adquiram o livro pois eu amei. Bem, como disse tenho algumas ressalvas, mas vou deixá-las para minhas amigas, pois tinha que deixar algo pra elas né? 



Vick



Evan










  Para conhecer melhor Bárbara Biazioli e sua obra visite :     
                                   http://gael1.wix.com/gael                                                        https://www.facebook.com/GaelBarbaraBiazioli 
                                             Para adquirir o livro clique  AQUI                                                       




18 comentários:

  1. Confesso que o livro Gael me despertou uma curiosidade imensa desde princípio, tanto ao ponto de quase não conseguir parar de ler, pois estava encantada com a parte da conquista e dos jogos de sedução do personagem Evan com a Victória. O fato dela ser uma bailarina, de amar a dança me encantou, assim como o que ela fazia pela pequena Alice antes de suas aulas.
    Quanto à questão da personagem Victoria ser virgem de tudo inclusive BV, não fiquei tão chocada e incrédula, há exceções, apesar disso ser pouco provável na maioria das pessoas nos dias de hoje, não é impossível de acontecer. O fato é que envolve uma série de variáveis, como por exemplo, sua baixa autoestima relacionada à aparência, o tipo de criação que a mesma teve e o fato do envolvimento e dedicação dela com a dança desde seus 2 anos de idade.
    Eu realmente adoro a troca de e-mails e mensagens do casal, me diverti lendo, culpa do vício que 50 tons me causou, como não amar?
    De modo geral, a ideia em si, é legal e interessante a meu ver. A história deste primeiro livro girou somente em torno do relacionamento do casal principal (Evan Maccouant e Victoria Campbell), e pouco sobre o Clube 13 e os personagens secundários mais próximos ao seu convívio. Acredito que a autora deveria explorar mais isso no decorrer da série, como por exemplo, o relacionamento de Lucca com Samantha, a história de Günter com Caroline e a pequena Alice, como também sobre o “misterioso e sexy” Sebastian e a rixa de Evan com ele, e também sobre os demais integrantes do Clube 13, como Benjamin (adepto ao BDSM).
    A existência do Clube 13 é um diferencial e espero que realmente seja mais aprofundada no decorrer da série.
    O fato de a autora ter nos poupado de narrar várias cenas da vida sexual cotidiana do casal e não nos enrolar na leitura, como acontece em vários romances do mesmo gênero, pra mim foi um alívio. Entretanto, no decorrer da leitura, encontrei alguns pontos que me incomodaram um pouco:
    Por exemplo: O desenrolar desenfreado do relacionamento de Evan e Victória, tudo ocorrendo rápido demais.
    Enfim o livro me prendeu a atenção, apesar de não ter gostado muito do final, mas me deixando ansiosa pela continuação e o desfecho da história do casal principal. (Mila)

    ResponderExcluir
  2. Ao contrário de algumas opiniões, na verdade gostei do livro no início, Evan como já esperava, altivo, intenso, bonito, gostoso e blá, blá, blá, características que já estamos acostumadas. Nada de BDSM pelo menos para o casal ( gostei). Outra coisa que gostei foi que eles não tem traumas passados. Adorei a abordagem dele: direta, sem enrolações, falou que queria à ela e pronto. Quanto a Vick ela aceitou logo a abordagem dele sem fazer muito doce mandou ver. Esperta ela!!!! Achei que o relacionamento de Vick e seu irmão muito divertido e rendeu algumas passagens engraçadas, mas também se perdeu no livro. Espero que no outro tenha mais passagens com os dois. Gente, a verdade é, vai fazer sucesso? Acredito que sim...a autora já arrebatou vários fãs, por mais que o tema não seja nada de diferente, só pelo fato de ser uma brasileira e pela idéia do Clube, já nos agrada e ela é muito simpática também, torço por ela. (Jac)

    ResponderExcluir
  3. Eu realmente gostei do tema, é muito interessante esse clima de suspense que sobre a vida do Evan, os mistérios que rondam o Clube 13.PONTO. Com certeza a autora tem um tema incrível em mãos e espero que o desenvolva mais nos próximos livros. Acredito que ela tenha "corrido" um com a historia e com o dialogo. Não gostei muito da semelhança com 50 tons, mas isso não é novidade pois temos visto isso em vários livros de autores renomados. Gostei muito do bom humor da Vitória no inicio, a “Pimenta” mas acho que isso se perdeu um pouco no decorrer do livro. #Lind

    ResponderExcluir
  4. Patty, achei ótima a resenha, ainda mais por ser a primeira, está de parabéns! É, acho que é mais um livro pra colocar na fila, são tantos! rs, bjos meninas! Parabéns pelo blog, está ótimo! Manu Amorim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada florzinha..fico tão feliz em saber disso...aconselho que leia amiga..a gente tem que prestigia as nossas riquezas tbm..livros brasileiros.,,adorei resenha sobre livro..brigado mesmo bjs Manu,,ass:Patty

      Excluir
  5. Patty, flor, parabèns pela resenha, esta ótima. Eu fiquei muito curiosa sobre o livro, estou louca para ler. Não vejo a hota de ler o SEU livro Patty, eu não esqueci. Bj meninas,.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Camyla feliz de mais..que bom que gostou,vale a pena compra esse livro amiga..não é caro preço super acessível vale a pena mesmo..pode deixa..qdo Meu livro sair não vou esquecer de vc bjs.. ass;Patty

      Excluir
  6. Olá , invadindo Blog da vocês não costumo fazer isso., mas como Editora da Barbara não poderia deixar de agradecer a resenha, e dizer que não parei de chorar um minuto com esse booktrailer, estou realmente MARAVILHADA com a sensibilidade e a criatividade de quem fez...Só passando para dizer MUITO OBRIGADA, esse video realmente me encantou.
    Nam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós é que agradecemos a oportunidade e o privilégio de podermos fazer parte disso e falarmos às pessoas sobre Bárbara e seu trabalho. Estaremos sempre apoiando.
      Respondendo o comentário sobre a EDITORA "TRIBO DAS LETRAS", não sei se foi você quem fez,mas eu realmente não pesquisei antes de comentar e quero aqui de certa forma me retratar junto à eles. Procurarei saber mais sobre o projeto. Mas também quero ressaltar que quanto você assina algo ou coloca seu nome no que quer que seja tem que estar disposto e aberto as criticas e aceitá-las caso elas sejam pertinentes.
      Quanto ao booktrailer foi feito por meu filho sob minha orientação e mediante suborno kkkkk. É simples mas feito com carinho. Esperamos de alguma forma estar ajudando a Barbara a divulgar sua obra, não só porque gostamos dela, mas porque acreditamos no seu talento. *Bel*

      Excluir
  7. Parabéns ao blog pela inciativa de prestigiar a obra de uma autora brasileira, que se arriscou no new adult gênero que vem ganhando cada dia mais seguidores, e literários ... Sucesso a ambos... E que sejamos contempladas com muito mais cenas HOT HOT HOT. Érika M.

    ResponderExcluir
  8. Excelente termos uma brasileira nesse nicho. Um temperinho tropical , pra variar: )

    ResponderExcluir
  9. Amei o livro clube 13 e Accord é muito romântico.

    ResponderExcluir
  10. gostaria de ler esse livro, tem como envia?!?! amandadoliver@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amanda. Não disponibilizamos literatura brasileira.Caso queria adquirir o livro, ele está disponível na versão kindle no site do Amazon, e está com um preço bem acessível. Vale a pena adquirir!


      Att,
      Cantinho das Leitoras Compulsivas

      Excluir
  11. ADOREI O LIVRO , VALEU MUITO A PENA , QUALIDADE 10
    ADOREI SABER QUE FOI ESCRITO POR AUTORA BRASILEIRA , E QUE TEMOS TÃO BONS TALENTOS ...
    E DIANTE DISSO, SÓ QUERO QUE ELA NÃO PARE , É MUITO DIFÍCIL VIVER COMO ESCRITOR NO BRASIL , E NÃO É FÁCIL COMEÇAR , MAS MESMO ASSIM CONTINUE , CADA VEZ MAIS HOT , HOT E HOT !

    ResponderExcluir
  12. Oi, amei a resenha do livro e estou louca para ler, mas estou tendo dificuldades para encontrar ele para comprar, já procurei em vários site e nada, o que aumenta ainda mais a minha ansiedade. Será que tem como me passar um e-mail dele ou me informar onde encontro para comprar. Desde já agradeço. Bjs
    greisy_camilo@hotmail.com

    ResponderExcluir
  13. História clichê, escrita um tanto fraca.

    ResponderExcluir
  14. Olá! Bom, estou terminei gael, e estou no meio de accord, simplesmente adorei! Mas teve um assunto que me deixou com algumas dúvidas: as encomendas. As garotas não deviam estar de acordo para se tornar uma encomenda? Por que teve tanta confusão sobre isso, sendo que Victoria não havia aceitado nada, e provavelmente, nem iria aceitar? Adorei a resenha, beijos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Ir ao Topo Ir ao Fundo