Social Icons

terça-feira, 18 de abril de 2017

Série Os Bedwyns - Mary Balogh


 https://1.bp.blogspot.com/-KB-yQRKhIO0/VgSg4JJArkI/AAAAAAAANzY/4jp-yMxVGHs/s1600/Os%2BBedwyns%2B1.jpg

Ligeiramente Casados - livro 1


À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse – “Custe o que custar!”. 
Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum. Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele – o que acontecerá em quatro dias. 
Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo; e ele, para sua carreira militar. Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados... 

Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo – e seduzem a cada página.




 https://3.bp.blogspot.com/-qsowicJBap8/VgSg4MS6vRI/AAAAAAAANzg/F1JknMd-Loo/s1600/Os%2BBedwyns%2B2.jpg

Ligeiramente Maliciosos - livro 2


Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima. 
Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. 
A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor. Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith. 
Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitáveis ou se entregar a uma paixão avassaladora? 

Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro. 

Então ele a beijou. Na boca. 
Não foi um beijo longo. Afinal, ele estava conduzindo um cavalo por estradas traiçoeiras, com uma passageira atrapalhando tanto seus movimentos quanto os do cavalo. Sr. Bedard não podia se dar ao luxo de se deixar distrair por um abraço mais longo. Mas durou tempo o bastante. Ainda mais para uma mulher que nunca fora beijada antes. Os lábios dele estavam abertos e Judith sentiu o calor úmido de sua língua contra a dela. Segundos, ou talvez apenas uma fração de segundo, antes de seu cérebro conseguir registrar choque ou ultraje, cada parte do corpo de Judith reagiu. Seus lábios pareciam queimar com a sensação que se espalhou por sua boca. Seus seios pareceram inchar e uma espécie de dor aguda e poderosa desceu pelo interior de suas coxas. 
– Oh – disse Judith, quando o beijo terminou. 
Sr. Bedard sorriu de volta, uma expressão preguiçosa e zombeteira nos olhos. 
– Oh… – repetiu.


 https://1.bp.blogspot.com/-WLBSXlexVsM/VgSg4O8UfaI/AAAAAAAANzc/ISTJftAp1QU/s1600/Os%2BBedwyns%2B3.jpg

Ligeiramente Escandalosos - livro 3


Freyja Bedwyn é uma mulher diferente das outras damas da alta sociedade: impetuosa e decidida, ela preza a independência e a liberdade acima de qualquer coisa – até mesmo do amor. Até que o destino lhe apresenta Joshua Moore, o marquês de Hallmare, um homem cheio de charme e mistério, dono de uma beleza estonteante e de uma reputação terrível. 
Quando ambos se encontram a caminho da pacata cidade de Bath, a química entre os dois é imediata. Entre encontros e desencontros, conflitos e provocações, Joshua faz uma proposta inusitada: pede que Freyja finja ser sua noiva, para evitar que uma artimanha de sua tia o leve a se casar com a própria prima. 
Para uma dupla que acha graça das convenções sociais, essa parece ser a oportunidade perfeita para se divertir. Mas a brincadeira acaba trazendo consequências inesperadas. Aos poucos, suas máscaras vão caindo e ambos se revelam pessoas bem diferentes do que aparentam.

Neste terceiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh se aprofunda ainda mais nos segredos e desejos dessa família incomum e extremamente sensual. 

– O que estamos fazendo? – perguntou Lady Freyja, encarando-o com os olhos cintilando e o rosto ruborizado. 

– Nos beijando? – sugeriu ele, roçando o nariz no dela e sorrindo. 
– Talvez – disse Lady Freyja, as mãos pousadas no ombro de Joshua – você precise ser lembrado de que não estamos realmente noivos. 
– Ainda assim, esta é nossa festa de noivado – retrucou ele – e você assegurou ao seu irmão que adoramos um ao outro e que vamos viver felizes para sempre. Você nunca mente para o seu irmão. 
Era melhor tomar cuidado, pensou Joshua, ou acabaria se convencendo a fazer algo que não poderia se permitir fazer. 
– Não costumo beijar todo belo estranho que encontro – retorquiu Lady Freyja. 
– Só aqueles de quem está temporariamente noiva? 
Ele sorriu e apertou os braços ao redor da cintura dela, muito fina em contraste com os seios e os quadris fartos. 
– Você está com medo – disse Joshua em voz baixa, mais uma vez roçando o nariz no dela – de não ser capaz de resistir ao meu corpo por muito mais tempo? 
Ela deixou escapar um som de reprovação brincalhona. 
– Nunca conheci um homem tão convencido!
– Pois eu estou com medo de não conseguir resistir ao seu corpo – confessou ele.

 https://2.bp.blogspot.com/-sddDTnRi5N0/WPaNz3t9drI/AAAAAAAAgGw/3HB4e6rXnbsEUlHyvv_mIRNtk8dBNVBmwCLcB/s1600/Os%2BBedwyns%2B4.jpg

Ligeiramente Seduzidos - livro 4


Jovem, estonteante e nascida em berço de ouro. É apenas isso que Gervase Ashford, o conde de Rosthorn, enxerga em Morgan Bedwyn quando a conhece, num dos bailes da alta sociedade inglesa em Bruxelas. 
Em circunstâncias normais, ele não olharia para ela duas vezes – prefere mulheres mais velhas e experientes. Porém, ao saber que Morgan é irmã de Wulfric Bedwyn, a quem Gervase culpa pelos nove anos que passou longe da Inglaterra, decide que ela é o instrumento perfeito para satisfazer seu desejo de vingança. 
Morgan, apesar de jovem e inocente, também é independente e voluntariosa e, assim que entende as intenções do conde, se prepara para virar o jogo e deixar claro que não se deixará manipular por ninguém. 

Em Ligeiramente Seduzidos, quarto livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos brinda com mais uma história fascinante. Em uma trama repleta de traição e vingança, escândalo e sedução, ela mostra que o caminho para o amor pode ser difícil, mas que a recompensa faz cada passo valer a pena. 

– A senhorita é uma feiticeira – disse ele. – Inverteu a situação. Jogou meu próprio jogo e teve uma conversa filosófica comigo quando eu estaria flertando com a senhorita. Mas não é tão fácil me distrair dos meus instintos. Tenho que lhe roubar um beijo. 
– Ah, o senhor não vai roubar nada. Vim até aqui com o firme propósito de ser beijada. O senhor não foi nada esperto, lorde Rosthorn. Beije-me. 
Por alguns instantes, o conde não se moveu. Então, afastou-se da árvore e segurou o rosto dela entre as mãos. 
Seus lábios, ao tocarem os dela, estavam quentes, macios, e o toque foi leve como o de uma pluma. Em seguida, ele os roçou nos dela, lambendo-os de leve, mordiscando o lábio inferior, então passando a língua pela parte de dentro, explorando a região úmida e sensível. 
Os efeitos do beijo, descobriu Morgan, não se restringiram à área dos lábios. Ela sentiu a boca ansiando por mais, então os seios e a parte interna das coxas. Quando ele enfim afastou o rosto, Morgan compreendeu como um simples beijo podia ser perigoso. Tinha brincado com fogo. Talvez o conde houvesse ganhado aquele round de hostilidades, afinal.


 https://1.bp.blogspot.com/-9zemCRtdJKE/WPaNzynoOAI/AAAAAAAAgG0/OQ6NhIrF2IwM8aYmAFh7OrPF-8oTeyQZgCLcB/s1600/Os%2BBedwyns%2B5.png

Ligeiramente Pecaminosos - livro 5


Em meio à Batalha de Waterloo, lorde Alleyne Bedwyn é ferido e dado como morto pela família. Ao acordar, ele se vê no quarto de um bordel sem lembrar quem é ou como foi parar ali. Sua única certeza é que deseja conquistar o coração do anjo que cuida dele todo dia. 
Contudo, assim como ele, Rachel York não é quem parece. Depois de enfrentar uma situação difícil, que a levou a viver numa casa de pecados, agora a bela e inteligente jovem precisa recuperar seu dinheiro e as economias das amigas prostitutas, roubados por um falso clérigo. E o belo soldado de quem vem cuidando parece perfeito para se passar por seu marido e ajudá-la em seus planos. 
Apesar de ter perdido a memória, Alleyne não perdeu nada de sua sedução. De volta a Londres, os dois se envolvem em um escândalo pecaminoso e, a cada beijo, esquecem que seu relacionamento é apenas uma farsa e ficam mais perto de se entregar à paixão. 

Neste quinto livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh apresenta um romance repleto de humor, com personagens carismáticos que o leitor não conseguirá abandonar ao fim da história. 

– Venha cá – disse Alleyne baixinho. 
Rachel pareceu assustada por um instante e ele pensou que ela se recusaria. Porém, a jovem sentou na beira da cama dele. Parecia haver menos ar no quarto do que pouco tempo antes. O olfato dele foi atiçado por um aroma que Alleyne sempre associara a ela. 
– Rosas? – Gardênia. É o único perfume que já usei. Gosta? – perguntou Rachel, e ocorreu a ele que a jovem estava flertando. 
– Gosto. 
Alleyne a observou umedecer o lábio superior. Rachel tinha os lábios mais desejáveis que ele já vira. 
– Srta. York, eu não deveria tê-la convidado a se aproximar tanto. É melhor voltar para a sua cadeira, ou até mesmo sair, se me considera impertinente ou presunçoso. Os olhos dela ficaram ainda maiores, se é que isso era possível. As faces mais rosadas. Os lábios se entreabriram. Mas Rachel não se moveu. Faço muito bem o papel de inocente, não concorda? Ela lhe dissera essas palavras algum tempo antes. Agora, Alleyne concordava cem vezes mais. 
– Não o considero presunçoso – respondeu Rachel num sussurro. 
Alleyne soltou a mão dela e pegou-a pelos braços. Viu que estavam arrepiados. Ele os acariciou por um tempo e puxou-a para si. Rachel apoiou as mãos no peito de Alleyne quando os lábios deles se tocaram.

 https://1.bp.blogspot.com/-RB70G5ArqMw/WPaNz2uuDcI/AAAAAAAAgGs/fCyNaf8ib7oJOxEJ2-KGdu8X9IOt4tG3wCLcB/s1600/Os%2BBedwyns%2B6.jpg

Ligeiramente Perigosos - livro 6


Aos 35 anos, Wulfric Bedwyn, o recluso e frio duque de Bewcastle, está ávido por encontrar uma nova amante. Quando chega a Londres, os boatos que correm são os de que ele é tão reservado que nem a maior beldade seria capaz de capturar sua atenção. 
Durante o evento social mais badalado da temporada, uma dama desperta seu interesse: a única que não tinha essa intenção. Christine é impulsiva, independente e altiva – uma mulher totalmente inadequada para se tornar a companheira de um duque. 
Ao mesmo tempo, é linda e muito, muito atraente. Mas ela rejeita os galanteios de todos os pretendentes, pois ainda sofre para superar as circunstâncias pavorosas da perda do marido. No entanto, quando o lobo solitário do clã Bedwyn jura seduzi-la, alguma coisa estranha e maravilhosa acontece. Enquanto a atração dela pelo sisudo duque começa a se revelar irresistível, Wulfric descobre que, ao contrário do que sempre pensou, pode ser capaz de deixar o coração ditar o rumo de sua vida. 

Em Ligeiramente Perigosos, o sexto e último livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh conclui a saga desta encantadora família em uma trama repleta de cenas sensuais, tiradas espirituosas e personagens à frente de seu tempo. Ao unir um homem e uma mulher tão diferentes, ela mostra que o resultado só poderia ser um par perfeito. 

Wulfric se inclinou para a frente e pousou a boca sobre a dela. Sentiu um choque instantâneo de intimidade e desejo. 
Os lábios da Sra. Derrick eram quentes, macios e convidativos. Ele os saboreou, tocou-os com a língua, provou a carne macia na parte interna, inspirou o hálito ardente, ficou com os sentidos entorpecidos pelo cheiro dela. 
De repente os braços da Sra. Derrick estavam ao redor do pescoço dele, e então Wulfric a enlaçou pela cintura e pelos ombros, o corpo macio, quente e bem-feito dela arqueado de encontro ao dele. 
Wulfric explorou mais a boca delicada e permitiu que sua língua fosse mais fundo. 
Ela moveu a língua para encontrar a dele e depois a sugou. 
Foi um abraço longo e cálido. Wulfric não soube dizer quanto tempo durou ou o que levou o beijo a terminar. Mas terminou, e ele ergueu a cabeça, afastou-a de seu abraço e recuou um passo. 
– Peço que me perdoe – disse ele, cruzando as mãos às costas. 
– Peço sinceramente que me perdoe, senhora. 
Ela simplesmente continuou a encará-lo.
– Não sei por quê – falou baixinho, por fim. – Eu não recusei, não é?


Capas Estrangeiras



 https://2.bp.blogspot.com/-P2iMmgYQIec/VgSg5eabsEI/AAAAAAAANzw/65brUVU8dyM/s640/Os%2BBedwyns%2Bcapas%2Bestrangeiras.jpg

Para adquirir os livros, clique em  Amazon.



Fonte: Arqueiro Goodreads
Postado por Silvia  /  Matéria Josiane

2 comentários :

Anônimo disse...

Simplesmente perfeitos. Toda a série. Completamente apaixonada. Concluia a leitura de um e imaginava que o próximo nunca conseguiria superar o anterior. Mas gratamente um melhor que o outro. Imaginando ja reler

Priscila Coelho disse...

Li toda série, achei ótima, e mais ainda pelo Duque de Bewcastle.

Postar um comentário

CAROS LEITORES:
ESTE ESPAÇO DESTINA-SE APENAS A COMENTÁRIOS SOBRE POSTAGENS.

EQUIPE CLC



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Papo de Leitor (a)

Regras do Chat