Social Icons

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Saga Vanir - Lena Valenti



 https://1.bp.blogspot.com/-S1O-oBQSvvQ/V7Ore1tSkqI/AAAAAAAAbjM/X9f7wBF84Z8Z94-Rgxn3j8f_r3GH_OS4wCLcB/s1600/lv1.jpg

O Livro de Jade - livro 1


Caleb é um homem atormentado. Um Vanirio, um ser imortal criado pelos Deuses Escandinavos para proteger os humanos daqueles que não souberam resistir ao sangue e ao poder. Agora, chegou a Barcelona para dar com a estranha organização que está sequestrando e assassinando a todos aqueles que são como ele.
Procura vingança e não duvidará em levar Eileen Ernepo, a filha do cientista louco que está fazendo experimentos com os corpos de seus amigos. Ela será a resposta a toda aquela rede de sangue e injustificada violência para os seus. Eileen terá que pagar. Entretanto, nunca imaginou que a jovem se converteria em sua perdição. Eileen vivia sua vida dentro de uma aprazível normalidade. Trabalhava na empresa “familiar” como Relações Públicas, tinha um bom salário e queria com loucura seu Huskie e seus dois únicos amigos que mantinha desde a infância. 
Além disso, acabava de formar-se como pedagoga e devotou um excelente trabalho em Londres num projeto de educação. Aquela era a oportunidade perfeita para fugir das garras de seu pai Mikhail, um homem que não a queria e que a culpava pela morte de sua mãe, Elena. Fugiria dele, por fim. O que não podia imaginar era que aquela mesma noite, um homem zangado e terrivelmente atraente, a sequestraria e a introduziria à força em um mundo cheio de mitologia, magia, clãs, sangue e presas.

 https://2.bp.blogspot.com/-_of_ytITitE/V7Orey3PURI/AAAAAAAAbjE/BLO6p5ZWSJgxkrTbbDjUYBEIkWl2IRHYQCLcB/s1600/lv1%252C5.jpg

O Livro de Leder - livro 1,5


A história de As e María passou batida e Lena resolveu esse impasse.De uma forma rápida, pois o livro é pequeno, ela repassa quando As e María se conhecem, mais precisamente nos remete ao livro 1, onde Caleb e As começam a se entender, como líderes que são. Revemos passagens do livro 1 pela visão do casal deste livro, não foi tão intenso quanto todos os outros livros da saga, por ser um livro curto, mas explica mais um pouco passagens que ficaram obscuras. E deixa outras ainda sem serem reveladas...




 https://1.bp.blogspot.com/-7G5M44VE3EI/V7OrftaF9vI/AAAAAAAAbjc/iJoiu2_4-TkGoVs9kAQiqcwBp2b8YGAxQCLcB/s1600/lv2.jpg

O Livro da Sacerdotisa  - livro 2


Quando Ruth chegou a Londres um mês e meio atrás para visitar sua melhor amiga, Aileen, nunca imaginou que se veria envolvida em uma guerra entre seres ancestrais criados pelos deuses Vanir e Aesir. Depois de um tempo se amoldando à sua nova realidade, os traumas e as vozes do passado retornaram para atormentá-la e, pouco a pouco, estão lhe roubando a razão. Mas tem uma oportunidade para encontrar e saber quem é ela realmente, e não duvidará em tomá-la, embora isso a ponha nas mãos de um berserker moreno e taciturno que não acredita em nada do que ela representa. Fazia um mês e meio que Adam não dormia. Seus sonhos estavam infestados de sangue, morte e escuridão, e no centro daqueles pesadelos só havia um culpado. Uma mulher de cabelo vermelho e olhos dourados. Uma humana que não é quem diz ser: Ruth. Por isso, quando ela quebra a ordem de não retornar às suas terras e volta para o Wolverhampton, ele não duvidará em caçá-la e detê-la, embora isso implique ficar louco e manter seus instintos mais selvagens afastados. Adam quer desmascará-la, mas, em um jogo de vontades, descuido e desejos, de quem cairá primeiro a máscara? A do lobo ou a da caçadora? Vêm tempos de caça no Midgard. O Ragnarök mostra as presas.


O Livro da Eleita - livro 3


Para a vanira Daanna McKenna, a imortalidade é como viver uma morte longa e em agonia. Marcada pelas estrelas em seu nascimento, e ungida pelos deuses na transformação, viu-se obrigada a existir superprotegida, sem luz e sem liberdade, esperando que desperte o suposto dom que a faz tão importante para seu clã. Agora, quando o Ragnarök está chegando a porta, os deuses exigem sua participação direta no desenlace da guerra. Mas Freyja não dá nada gratuitamente: Daanna poderá receber seu dom. Entretanto, não imaginava que a chave que liberava seu poder estava nas mãos do homem que roubou seu coração, o qual estava a um passo de entregar-se à escuridão. Ela lutará para recuperá-lo das trevas, consciente de que tentando resgatar o vaniro, não só poderia perder o orgulho que a mantém de pé século atrás século, além disso, ele exigiria sua alma em troca. 
A eternidade e Menw McCloud eram sinônimo de martírio e contradição. Ele, o curador dos vaniros keltois, era incapaz de encontrar a cura para seu desespero. Durante mais de dois mil anos esperou que sua inequívoca cáraid o perdoasse e desse a oportunidade de explicar-se, e enquanto esperava que isso acontecesse, pagava por um pecado que ele, na realidade, nunca cometeu. 
Agora, a Escolhida, depois de muito tempo atormentando-o, obteve seu objetivo vingando-se dele e lançando-o ao abismo do sangue e das trevas. Entretanto, o destino guardava uma última surpresa: a própria Daanna. Menw terá a possibilidade de entregar o dom ou de fazê-la cair em desgraça. Loki procura o buraco por onde entrar no Midgard. Newscientist pressiona os clãs. Os deuses movem ficha. Vaniros e berserkers fecham filas. E as sombras do passado arremetem contra duas almas destruídas que procuram uma maneira de cicatrizar suas feridas. 
Quantos segredos podem custodiar a eternidade? 
Em certas ocasiões, a melhor vingança é o perdão.


 https://4.bp.blogspot.com/-DDSMF64p35o/V7Orfp_Fy8I/AAAAAAAAbjk/bjqZtJKj-hQ7DrkpkCU0QTg_lKs0iLeqACLcB/s1600/lv4.jpg

O Livro de Gabriel  - livro 4


Depois de salvar a vida da Caçadora, Gabriel é reclamado pelos deuses para que tome seu lugar no Asgard. Agora, convertido em einherjar, um guerreiro imortal de Odín, passa seu tempo treinando no Valhall, preparando-se para o Ragnarök e recebendo todo tipo de cuidados das valkyrias. Entretanto, o tempo de preparação chegou a seu fim. Três dos objetos mais poderosos dos deuses foram roubados para trazer o caos a Terra e provocar um final dos tempos adiantado. 
Gabriel será enviado como líder dos einherjars para alertar a todos os guerreiros, unificar os clãs e salvar uma raça humana a que nada mais os une. E enquanto tenta obter seus objetivos, esperará encontrar não só com suas amigas mais queridas, mas também, com a vanira que o obcecou até a morte: Danna McKenna. Mas essa obsessão pode fazer que nunca conheça a mulher que na realidade o ama... 
Não é fácil ser uma valkyria como Gúnnr. Ela é diferente do resto, não tem nem os poderes nem a fúria nem o temperamento que caracteriza os de sua raça, todos a veem como "a doce e inofensiva Gúnnr". Por isso se surpreende quando a alma de um guerreio com cara de anjo, o esperado pelos deuses, reinvidica que ela cuide dele. E assim o fará religiosamente até que um engano nascido de sua repentina paixão provocará que o Engel dela se distancie, mas não por muito tempo. 
Odín e Freyja exigem para que juntos e de maneira indivisível desçam à Terra para recuperar um dos objetos desaparecidos: o martelo de Thor. Gúnnr lutará ao lado de Gabriel e encetará na maior batalha de todas, a de ensinar ao guerreiro de cara de anjo que, por estar cego com uma mulher, está perdendo o resto do desfile. As valkyrias e os einherjars descem à Terra para que os jotuns de Loki não consigam acelerar o Ragnarök antes de tempo. 
Os deuses jogam tudo ou nada. E dois amigos estão a ponto de descobrir que quando se trata de amor, se aposta sempre no vermelho.

https://2.bp.blogspot.com/-AjWJGkcbOFo/V7Orf9Sdz7I/AAAAAAAAbjo/z29P9Z9f6U8AgHJ4qN_D0DRhmz1BZl4WACLcB/s1600/lv5.jpg

O Livro de Miya - livro 5


Róta é conhecida no Valhala como “A valkyria que tudo vê”, e é uma das guerreiras indomáveis que Freyja e Odín mandaram à Terra para que recuperasse os totens roubados dos deuses, aqueles que podem acelerar o Ragnarök. Mas o destino a enganou e fez com que se encontrasse cara a cara com o guerreiro que foi destinado a ela: Miya, um vanirio samurai. Ela sabe que lhe pertence, e embora se sinta ofendida porque não a reconhece, está desejosa de demonstrar que as Valkyrias nunca se rendem. Entretanto, o irmão gêmeo de Miya, Seiya, a sequestrou e quer obrigá-la a se vincular com ele. Conseguirá? Seu vanirio samurai irá em sua busca? 
A batalha final se aproxima, mas uma mulher temerária e irascível lutará para que ninguém a dobre. 
Quanto tempo durará sua fúria? 
Miya faz parte do clã vanirio de Chicago. É um guerreiro ancestral, um samurai que vive obcecado com a profecia que cai sobre ele e seu irmão. Um homem que crê firmemente que perdeu a oportunidade de se emparelhar com sua companheira eterna. Por isso, quando vê descer a valkyria de cabelo vermelho, todos os seus medos e dúvidas disparam. Vê-la o deixa paralisado. Ser vítima de sua afiada língua o enfurece. Prová-la foi um engano. Agora nada poderá tirar o sabor de seu sangue nem a lembrança de sua conexão e fará o possível para resgatá-la, porque deve averiguar o que o une a essa mulher descarada e desbocada com olhos de raios e centelhas. Deve salvá-la das garras de seu irmão Seiya, antes que seja muito tarde. O fará para que não se cumpra a profecia, o fará por vingança, mas, também, o fará para não perder nem sua alma nem seu coração. 
As espadas dos deuses estão no alto. Os totens divinos devem ser recuperados. 
O Ragnarök se afia como a folha de uma katana. E na travessia para resgatar e ser resgatado, um vanirio e uma valkyria estão a ponto de descobrir que “Só o amor pode colocá-los de joelhos”.


 https://1.bp.blogspot.com/-PvUCsxCmTwY/V7OrgD09BqI/AAAAAAAAbjs/VQhCNx85myo9-ljaA-3JfWEnY-WRZTOAwCLcB/s1600/lv6.jpg

O Livro da Alquimista - livro 6


Dois mil anos sem sentir nada é muito, inclusive para um imortal como Cahal McCloud. No passado os deuses Vanir o castigaram por violar as leis e o relegaram a uma eternidade sem emoções, convertendo-o em um recipiente vazio, até que encontre sua companheira de vida e esta lhe devolva tudo o que perdeu. Mas nunca imaginou que sua cáraid estaria ao lado de Loki e seus Jotuns que o sequestrariam e o torturariam durante intermináveis e agônicos dias. Agora, por fim, as posições se invertem, e é a cientista que esta a sua mercê. Seu sangue lhe dará um enorme poder, o druida nele despertará, e seu secreto dom será requerido na luta contra Lucius e a Newscientists, mas nada importará mais ao vanirio que vingar-se de seu carrasco. Embora sua alma esteja eternamente presa à dele, embora destrua os dois, levará ao fim sua missão até as últimas consequências. Ele não pôde proteger se dela, agora ninguém a poderá proteger dele.
A cientista não entende: o quanto mudou sua visão da realidade em tão pouco tempo. Ela acreditou que trabalhava para os bons, pensou que seus conhecimentos serviriam para erradicar o mal. Mas estava equivocada. Enganaram-na vilmente. Aqueles que acreditavam que eram seus amigos são seus inimigos e agora esse loiro tão belo a quem ela maltratou tanto, que afirma não ser um vampiro, sequestrou-a, e a quer forçar a entrar em seu mundo noturno de um modo cruel e autoritário, obrigando-a a aceitar coisas que nem ela sabia e forçando-a a revelar informação que somente ela sabe. A jovem lutará por manter viva sua essência por proteger o segredo que Lucius e a Newscientists desejam saber, e brigará, sobretudo, para manter de pé as muralhas que resguardam seu coração. Embora o vanirio as dinamite. Ainda não se recuperaram todos os totens e a profecia do noaiti encaixa suas peças. Heimdal desapareceu e é urgente encontrá-lo: Lucius ambiciona o conhecimento de sua ex-cientista e vanirios e bersekers farão das tripas coração para proteger a fria mulher do druida do clã keltoi.


O Livro de Ardan - livro 7


Só há um caminho para Ardan das Highlands: a vingança. 
Ele é um einherjar, um guerreiro de Odin que sofreu a maior traição nas mãos da mulher que estava destinada a ser sua companheira eterna. A Valquíria pisoteou seu coração e, devido a ela, o enviaram sozinho à Terra para proteger os humanos, com a alma destroçada e um ódio latente em seu interior. Carece de sentimentos, carece de medo e seu espírito destila despeito e ânsia por devolver a dor sofrida. Agora, tem a possibilidade de conseguir aquilo que mais deseja: submeter Bryn e a fazer pagar por partir seu coração. Entretanto, tão cego em sua fúria não só pode perder de vista a missão de encontrar Gungnir, a lança de Odin como também pode perder o respeito daqueles que o rodeiam e a oportunidade de receber uma explicação por parte da General que poderia mudar tudo. Mas, como pode escutar um homem a quem ninguém ofende impunemente?
Bryn - A Selvagem está a eras se flagelando pela decisão que tomou e que afetou totalmente Ardan. Suas palavras o afastaram dela, romperam seu kompromiss e congelaram as asas de seu einherjar, o homem pelo qual daria sua vida às cegas. As asas de ambos estão geladas e azuis. Mas agora, ela e seu exército de Valquírias se encontram na Escócia lutando para recuperar o último dos totens divinos dos deuses, roubados de Asgard. A General estará, contra sua vontade, nas mãos do duro highlander, mas não se renderá até demonstrar ao escocês déspota e dominante que pode submeter seu corpo, mas nunca sua alma, nem seu coração. 
Uma palavra de Ardan a devolveria ao Valhala sem honras; e uma pergunta do guerreiro de olhos caramelo poderia mudar a relação entre eles. Ela se importará o suficiente para perguntar por que fez o que fez? Descobrirá Ardan que não se pode submeter alguém tão disciplinado e honorável como Bryn?



O Livro de Noah - livro 8


O chamam de Noah Thöryn. É o braço direito de As Landin, o melhor amigo do noaiti, e um homem muito importante no clã berserker de Wolverhampton. Disseram-lhe que era filho de um casal de guerreiros e que recém-nascido foi parar nas mãos de As. Agora descobriu que tudo é mentira, e que a única coisa autêntica e real em sua vida é a paixão demolidora que sente por Nanna, a Valquíria intocável de Freyja. Entretanto, aquilo que mais deseja lhe é negado por nornas divinas, e Noah está ficando louco pelo desespero. A isso se acrescentando os estranhos pesadelos que tem desde que foi ferido pela adaga Guddine, sua vida é tudo, menos aprazível. Não obstante, as runas falam com objetividade, e não importa se eles são ou não são compatíveis. 
Depois de sobreviver milagrosamente na batalha de Machre Moor, Noah deverá realizar uma viagem para descobrir quem é e o que veio fazer em Mirdgard, e é uma questão inegociável que sua companheira em sua aventura seja Nanna. Como poderá suportar estar perto dela e não tocá-la?
Nanna sempre foi a menina dos olhos de Freyja. Era a escolhida pelos deuses para recolher os mortos em batalha no Midgard e tem uma grande peculiaridade: nenhum homem vivo pode tocá-la. Não obstante, o berserker de olhos amarelos quebrou sua palavra e violou sua norma, provocando que a ira de Freyja caísse sobre ela. Nanna não quer saber nada dele, mas a Deusa Vanir tem outros planos para ela, que deverá obedecer se quiser que a perdoe de novo. Começará uma viagem única e reveladora cheia de aventuras, guerra e magia, ao lado do único homem que desejou em sua vida, o que dizem que é importante para o destino do Ragnarök. E Nanna não tem nem ideia de como suportar a atração que sente por ele, sobretudo quando vem acompanhada da decepção consequente de que ele a traiu.
O Ragnarök começou. Os clãs se reagrupam para lutar juntos. E em meio da iminente batalha, um berserker e uma Valquíria deverão viajar juntos para descobrir os secretos que as normas e os deuses reservaram para eles, sem saber que o melhor e mais importante de todos será descobrir um ao outro na guerra e na sedução. 
Quando o amor e a coragem brilham tanto quanto o sol, não se podem cobrir com um só dedo.


O Livro dos Bardos - livro 9


Desde que seu irmão Carrick desapareceu por uma fenda de Edimburgo em chamas, seguindo os passos da japonesa Aiko, Daimhin não quer pensar que o perdeu para sempre, e decide ir atrás dele. Steven, o berserker de Edimburgo, muito a contragosto, não é capaz de deixá-la só e a acompanha em sua busca. Mas nem um nem outro sabe que sua aventura possa ser tão determinante para os deuses, nem para o futuro da humanidade. Pelo caminho para as entranhas do Midgard, descobrirão quem são e o que lhes proporciona o destino, e terão que tomar decisões que marcarão o futuro dos Reinos. A última coisa que Daimhin quer é formar um casal com alguém, pois não se sente merecedora de tamanho dom. Mas se verá obrigada a acatar as ordens de Freyja e Odin. Ainda que lamente. 
Steven não pode fugir de suas responsabilidades como líder do clã berserker de Edimburgo, mas deixa tudo de lado para proteger a vaníria esquiva e fria que seu instinto reconhece como suakone. Steven sabe que Daimhin daria sua vida por seu irmão Carrick, mas o que quer é convencer a Barda de que ele daria a vida por ela, apesar de ter pouco tempo para conquistá-la e de que a Terra sucumba aos poderes de Loki. Infelizmente, a decisão de Daimhin é muito mais importante do que parece, e o berserker sabe que no amor e na guerra, como bom guerreiro, vale tudo. Steven está disposto a tudo para conseguir o coração gelado da guerreira samurai.
Um navio liderado pelo deus dourado espera do outro lado da porta de outra dimensão. Freyja e Odin se impacientam por receber um chamado que não chega. Um líder vanírio que acreditaram morto retorna transtornado à sua terra para recuperar o que mais quer. O Midgard sucumbe ao mal, Loki arrasa com toda sua superfície, e os guerreiros dos deuses não têm mais apoio além do que possam receber de si mesmos. Daimhin, Steven, Aiko e Carrick têm a última palavra. 
Eles decidirão se haverá ou não possibilidades de sobreviver, embora afirmem que, enquanto existir amor, ninguém terá a última palavra.



O Livro do Ragnarok - livro 10 (parte 1)


Diz a profecia da vidente: “Haverá uma batalha final entre as forças celestes e as forças do Submundo. Será uma luta feroz que dará origem ao final dos tempos conhecidos. Essa será a última guerra, quando os deuses chegarão à sua decadência e quando demônios e humanos perecerão no dia chamado “O final dos tempos”, o Ragnarök”.

 https://3.bp.blogspot.com/-Hrn0uZ2W8us/V7OrfR7cWSI/AAAAAAAAbjY/oM9d96Aq9HcO6-RaD0w26LisWnkQPVdzwCLcB/s320/lv11.jpg

O Livro do Ragnarok - livro 10 (parte 2)


Diz a profecia da vidente: “Haverá uma batalha final entre as forças celestes e as forças do Submundo. Será uma luta feroz que dará origem ao final dos tempos conhecidos. Essa será a última guerra, quando os deuses chegarão à sua decadência e quando demônios e humanos perecerão no dia chamado 'O final dos tempos', o Ragnarök”.









Postado por Bel e Silvia Matéria Silvia

Um comentário :

GiGi Salvatore disse...

Gostei da serie! Que bom que tem continuação!

Postar um comentário

CAROS LEITORES:
ESTE ESPAÇO DESTINA-SE APENAS A COMENTÁRIOS SOBRE POSTAGENS.

EQUIPE CLC



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Papo de Leitor (a)

Regras do Chat